Não sabe o que é o SEO? O SEO é um elemento fulcral para que a sua empresa apareça nos primeiros resultados na rede de pesquisa.

O que é realemente o SEO?

Primeiramente, começamos por definir o termo Search Engine Optimization (SEO), que é uma estratégica que envolve quase todos os aspetos desde a criação de website até ao conteúdo.

O principal objetivo é demonstrar o valor do seu conteúdo na rede de pesquisa. Quando o conteúdo tem valor o algoritmo posiciona a sua página no topo de pesquisas orgânicas no momento que alguém escreve o assunto do seu blog, ou seja, a importância do SEO é a habilidade de ajudar os consumidores a encontrar conteúdos relevantes que correspondem às suas necessidades. Assim sendo, ao criar conteúdos mais focados para o SEO faz crescer a procura de tráfico orgânico e especializado.

Marco Gouveia resume numa frase: “O SEO é a arte de alcançar tráfego gratuito e qualificado que gere conversões.”

Mas então quais são os passos a tomar para crescer e impulsionar o SEO no seu blog e a todas as suas ofertas? Como otimizar, focar, conhecer e melhorar todas as ferramentas?

Hoje em dia, o número de pesquisas feitas no google diariamente ronda mais de 100 mil milhões sendo que todos os dias 15% dessas pesquisas nunca foram feitas. Um estudo recente da Accenture observa que cerca 94% de B2B consumidores realizam uma pesquisa online antes de realizar a compra. Independente do seu produto ou serviço, os seus consumidores estão à sua procura nas redes de pesquisas. Assim, o objetivo principal é fazer com que o seu blog aparece no primeiro lugar quando alguém procura por si, mas como?

Como vencer a concorrência?
1. Otimizar o website

Sendo o website a sua primeira pegada no mundo digital é necessário que esteja na sua melhor otimização para que haja uma fluidez na procura de tudo aquilo que o seu consumidor deseja. Para que isso aconteça, deve tomar atenção em alguns detalhes como na rapidez que o seu website abre, entender as intenções do usuário e focar no conteúdo.

De acordo com o Google, o tempo de carregamento do website é um dos fatores levados em consideração para o rankeamento nos resultados de pesquisa.

Por outro lado, o fator de lentidão nos E-Commerces agrava-se ainda mais cada vez que um visitante não consiga aceder à sua página, com isso poderá perder uma venda. Assim, a necessidade de analisar e otimizar o seu site é fundamental nos seus primeiros passos.

De fato, existem enumeras ferramentas para medir a velocidade do seu website, mas a utilização do Google Page Speed é uma das melhores uma vez que é o próprio Google que fornece ao público.

Para o Google Page Speed:

  • 0 a 25 – O seu website necessita de ajuda o mais rapidamente possível;
  • 25 a 50 – O seu website necessita de ajuda;

  • 50 a 75 – O seu website pode ser melhorar;

  • 75 a 100 – O seu site está rápido suficiente.

2. Focar no conteúdo e qualidade dos artigos

Quando o usuário faz uma pesquisa é necessário perceber realmente qual a sua intenção na sua pesquisa. A possibilidade de identificar qual a intenção do consumidor faz com que a qualidade de conteúdo cresça, uma vez que focamos o SEO para o que o consumidor deseja e pretenda ser visto. Surpreendemente, mais de 90% dos consumidores clicam nos resultados apenas situados na primeira página.

Deste modo, o primeiro passo a tomar é definir quais os seus assuntos relevantes para o seu público. Portanto, um bom texto com foco em SEO responde não só às dúvidas como também apresenta soluções na palavra-chave que pesquisam.

Para isso, é preciso ter noção quais são as suas preocupações, dúvidas e receios. Uma vez que ao definir o seu público, o tipo de comportamento influencia como a linguagem, a estrutura do artigo, o uso de imagens entre outras coisas. Não adianta focar apenas nas técnicas de otimização do SEO se o seu conteúdo não contém interesse para o seu público.

3. Investir em boas palavras-chaves

A palavra-chave é o termo pesquisado pelo consumidor ao entrar na rede de pesquisas do Google, Yahoo ou Bing. A palavra-chave é aquela que o mecanismo de pesquisa irá usar e filtrar para exibir os melhores resultados ao consumidor, o que torna uma ferramenta muito forte na hora de otimizar o seu conteúdo.

Palavras genéricas tendem ser mais difíceis de serem utilizadas uma vez que grandes empresas têm muito mais capacidade para investir. Não se esqueça de usar a palavra-chave de maneira natural no conteúdo e nunca tente enganar o Google.

Atualmente, o algoritmo do Google aprende com as pesquisas dos consumidores logo para além de proporcionar uma má experiência, o Google irá perceber que está a tentar “forçar” aquele termo e irá penalizar a sua página deixando de ser relevante.

4. Como funciona o algoritmo do Google?

De acordo com a RockContent que resume ”[o algoritmo do Google] serve para descobrir, entender e organizar todo o conteúdo da internet para entregar as melhores respostas para a pesquisa do usuário.”

Deixamos algumas ferramentas úteis para pesquisa, identificação e análise de termos que possam representar boas oportunidades para o tema que escolhem.

  • Keyword Planner – planeador de palavras-chave do Google AdWords;
  • Keyword Tool – procura variações de uma determinada palavra-chave.

Existem vários passos que o algoritmo toma para posicionar uma página na SERP (Search Engine Results Page ou em português, página de resultados de pesquisa):

Crawling

O Google usa softwares conhecidos como rastreadores da Web para detetar as páginas disponíveis ao público. Os rastreadores analisam as páginas e seguem os links delas. Eles vão de link em link e levam dados sobre essas páginas para os servidores do Google. Assim é necessário que a sua página seja encontrada com a utilização de códigos e conteúdos que o software consiga ler e indexar.

Indexing

Após o rastreamento, o sistema da google processa o conteúdo da página da mesma forma que um navegador. É detetado sinais importantes, como as palavras-chave e a idade do conteúdo do website, registando tudo isso no índice da Pesquisa. Assim, organizar os conteúdos de acordo com o que oferecem ao usuário.

Ranking

O Ranking é o último passo que o algoritmo do google utiliza. Para uma estratégia eficaz com foco no SEO este é o passo mais importante uma vez que o google organiza o conteúdo para que as primeiras páginas sejam as mais revelantes para o consumidor. Assim, que quanto mais perto do topo uma página estiver, mais relevante ela será para a pesquisa do consumidor, aos olhos do Google.

5. Melhorar o CTR

Outro passo crucial para uma boa estratégia do SEO prende-se pela qualidade da CTR (taxa de cliques) que apresenta.

O Google salienta que “CTR é a taxa que mostra a frequência com que as pessoas que veem o seu anúncio acabam por clicar no mesmo.”

Como calcular o CTR: cliques ÷ impressões (Por exemplo, se tivesse 5 cliques e 100 impressões, a CTR seria de 5%).

Quantos mais cliques que o seu anúncio tiver a sua taxa de engagement aumenta e o índice de qualidade aumenta também, o que leva o custo por clique ser menor e por conseguinte a parcela de impressões aumenta também. Contudo é de notar que a CTR não mostra a taxa de conversões, apenas a geração de leads.

Por exemplo, se um anúncio tiver um CTR muito alto, mas uma taxa de conversão baixa, provavelmente é sinal de está a alcançar um público amplo ou talvez a mensagem do anúncio não esteja coerente com a página de destino.

O que é ter um bom CTR?

Ter uma CTR elevada indica que os utilizadores consideram os seus anúncios úteis e relevantes. Por isso, um bom CTR varia muito. Para uma pesquisa paga do Google Ads, um CTR de 2% está na média, e qualquer valor acima desse número é considerado bom.

No entanto, para anúncios no Facebook, o CTR médio é de 0,9%. Utilize sempre o CTR com outras ferramentas de medidas para conseguir um estudo mais realista.

O CTR afeta o SEO?

Efetivamente, por quantos mais cliques o seu site recebe a relevância no conteúdo também aumenta mais o que consequentemente aumenta o seu SEO.

Em suma, o SEO é um mundo complexo com infinitas variações e caminhos que se devem seguir. Posicionar-se no topo da rede de pesquisa é uma tarefa árdua e requer disciplina e compromisso. Se já tem um website da sua empresa, não se esqueça de trabalhar o SEO para  ter melhores resultados na pesquisa Google. Caso tenha dúvidas de como trabalhar, a Blue Bolt tem profissionais especializados em SEO para o ajudar.