Diferenças entre o Marketing Estratégico e o Marketing Operacional

As diferenças entre o Marketing Estratégico e o Marketing Operacional

Atualmente, na nova visão do que é o marketing, existem 2 vertentes associadas ao Marketing. É necessário conhecer as diferenças entre o Marketing Estratégico e o Marketing Operacional, para tomar decisões corretas em relação aos objetivos da empresa.

Atualmente, novos desafios são, constantemente, colocados às empresas quer sejam tecnológicos, sociais, culturais e, até mesmo, ao nível da concorrência. Os mercados são cada vez mais dinâmicos e competitivos e a concorrência surge à escala global, exigindo às empresas uma maior flexibilidade e adaptação às mudanças. É importante as empresas serem conhecedoras das diferenças entre o Marketing Estratégico e o Marketing Operacional para obterem os resultados pretendidos.

Assim sendo, não basta às empresas aplicarem as ferramentas operacionais para dar resposta a clientes cada vez mais exigentes. Têm de aliar uma estratégia sólida, de longo prazo, para conseguir obter bons resultados a curto prazo. Nessa medida, tem-se assistido a uma evolução do conceito de marketing e da própria função dentro da empresa, com a integração da estratégia, sendo crescente o ênfase da estratégia no marketing.

O que é o Marketing Estratégico?

A estratégia de uma organização em geral e de uma empresa em particular é um aspeto fundamental no âmbito do seu processo global de gestão, na medida em que define um conjunto de parâmetros fundamentais que vão definir o seu futuro a médio e longo prazo.

Quando se fala sobre o Marketing Estratégico estamos a pensar numa vertente de médio e longo prazo. As decisões aqui tomadas serão os pilares de todas as suas ações durante um longo intervalo de tempo. É de salientar que todas essas decisões tomadas têm que estar em sintonia com o objetivo principal da empresa.

Para tomar essas decisões é necessário definir as etapas e os respetivos resultados esperados, determinar os recursos que serão destinados para essas atividades, as equipas e empresas responsáveis e as alternativas para lidar com possíveis falhas ou cortes de numerário.

Como funciona o Marketing Estratégico?

O Marketing Estratégico debruça-se sobre as etapas anteriores ao lançamento de um determinado produto. Sendo assim um perfil de trabalho que exibe fortes habilidades analíticas e foco na resolução de problemas.

Numa primeira fase, no Marketing Estratégico é necessário efetuar um planeamento inicial, que consiste em reunir e discutir uma série de estudos a respeito do negócio e do mercado. Em seguida, a empresa tem de efetuar um estudo de mercado, onde nesta fase, realizará o benchmarking, um estudo e comparação das melhores práticas do mercado. E, por conseguinte, avaliará a expectativa do público para um novo produto, serviço ou ação de comunicação.

Posteriormente, a empresa fará uma Análise SWOT, a qual é uma metodologia usada para verificar as vantagens e carências de uma empresa face à sua concorrência. Traçando os caminhos mais vantajosos para a introdução do novo produto no mercado.

Por fim, colocará em prática o mix do marketing, o qual se carateriza por ser um conjunto de ferramentas, ações e estratégias adotadas por uma empresa para promover um produto ou um serviço.

Os 4 P’s do Marketing Mix servem assim para colocar a empresa no mercado, de acordo com o posicionamento que a mesma deseja alcançar. Por isso, as definições de Preço, Distribuição, Produto e Comunicação são responsáveis por transmitir esse posicionamento ao público-alvo e consolidar a imagem da marca na mente dos consumidores.

  • Preço: Essa metodologia usa como base o comportamento do consumidor para considerar o que ele pensa, necessita e deseja e, com isso, conseguir criar e entrar abordagens compatíveis com cada uma das suas etapas do processo de compra.
  • Distribuição: Refere-se aos canais de distribuição e aos pontos de venda, sejam eles físicos ou virtuais. É através da distribuição que se define como o produto chegará até o consumidor, envolvendo decisões de: Canais de distribuição, Pontos de venda e Cobertura de distribuição.

  • Produto: O produto é a base da existência das empresas. É o produto que satisfaz as necessidades dos consumidores e oferece benefícios. O Produto envolve decisões de: Linhas de produto, Qualidade, Design do produto e da sua embalagem e branding do produto.

  • Comunicação:  A comunicação é o que se associa às estratégias de marketing. A Comunicação refere-se às estratégias para estimular a procura pelo produto junto do público-alvo, envolvendo decisões de: Redes sociais, Merchandising, Publicidade e Relações Públicas.

O que é o Marketing Operacional?

O Marketing Operacional é a etapa em que tudo aquilo que estava no “papel” é colocado em prática. Enquanto o Marketing Estratégico é a definição e a elaboração da estratégia e tudo o que envolve a mesma, o Marketing Operacional é a vertente que coloca em vigor essa estratégia previamente definida.

Esta vertente do Marketing tem um horizonte de atuação de curto prazo, com planos geralmente feitos para 1 ano, e compreende o desenvolvimento e organização de estratégias de desenvolvimento ligadas aos 4P’s do Marketing Mix.

Assim sendo, o marketing operacional tem como objetivo criar um produto realmente necessário para o seu público-alvo previamente definido, e que este consiga ser distribuído de forma rápida e eficaz.

Quais os principais desafios do marketing operacional?

O marketing operacional caracteriza-se por colocar em prática a estratégia definida na vertente estratégica. Deste modo, existem alguns desafios associados ao marketing operacional, os quais têm de ser ultrapassados para a empresa conseguir colocar em vigor a sua estratégia.

  • Transformar os objetivos imprecisos em precisos;

  • Prever os custos e definir seus limites;
  • Controlar o tempo e não se deixar dominar por ele;
  • Obter sucesso no lançamento de novos produtos;
  • Garantir um bom futuro à sua equipa.

A empresa que melhor compreender as caraterísticas do seu mercado em termos de crescimento, da evolução e das suas necessidades, poderá então aperfeiçoar a sua política de produtos e de serviços. Também poderá adaptar a sua oferta à segmentação de mercado ou ainda se apoiar sobre uma estratégia de marca a fim de ampliar o seu campo de atuação.

Marketing Estratégico vs Marketing Operacional

Em relação a estas 2 vertentes do Marketing, iremos agora sintetizar algumas das suas principais diferenças, a fim de criar uma boa estratégia de negócio e tomar as melhores decisões para a sua empresa.

 

Marketing Estratégico Marketing Operacional
Pensamento a médio/longo prazo Pensamento a curto prazo
Foco nos “fins”. Objetivo: Orientação final da empresa Foco nos meios e em táticas (“Como fazer”)
Pretende atingir a efetividade Pretende atingir a eficiência
Trabalho com riscos associados Trabalho com um maior controlo
Foco na “Formulação” Foco na “Implementação”
Define uma visão Define um plano

Apesar destas 2 vertentes apresentarem algumas diferenças entre si é praticamente impossível trabalhá-las separadamente, pois o marketing estratégico e o marketing operacional complementam-se. Se por um lado, a vertente estratégica fornece as linhas orientadoras para a empresa, por outro, o marketing operacional acaba por influenciar a situação da empresa a longo prazo. 

Em suma, esperamos que este artigo o tenha esclarecido sobre as diferenças entre estas 2 vertentes do Marketing. De modo a que, a partir de agora, consiga tomar as melhores decisões e consiga definir as melhores estratégias para a sua empresa. Caso ainda tenha dúvidas, a Blue Bolt dispõe de profissionais qualificados capazes de o ajudar.