Como ter mais conversões com uma Landing Page?

Não sabe que estratégia adotar para ter mais conversões com uma Landing Page

Landing Page é uma página que tem como foco gerar leads. Não existe uma única fórmula, mas existem práticas que podem ajudá-lo a atingir mais conversões. Fique a saber como ter mais conversões com uma Landing Page.

A utilização de Landing Pages como veículo de promoção de produtos ou serviços é uma uma estratégia de marketing frequente no mercado digital. Neste artigo iremos abordar a importância de uma Landing Page para a sua empresa e como pode elaborá-la de forma clara e objetiva, e consequentemente, como ter mais conversões com uma Landing Page.

Uma Landing Page torna-se pertinente quando queremos alcançar um número maior de leads. A caraterística principal é a utilização de um formulário, e essa é a razão que distingue uma Landing Page de um website. Uma página, com um tópico em específico, que visa converter os visitantes em leads. 

O que é uma Landing Page? 

Landing Page trata-se de uma página objetiva e clara, focada num único objetivo – a conversão de novos consumidores. Esta página é constituída por elementos estritamente necessários, para evitar distrações ou pontos de fuga para outras páginas por parte dos visitantes. Desta maneira, a fazer uma Landing Page sem links externos permite que  visitante não perca o foco para qual a página foi feita. 

Como mencionado acima, o principal objetivo da Landing Page é de atrair visitantes para a chamada de atenção que aparece como Call-To-Action (CTA), para que o mesmo efetue assim uma conversão. Estes CTA aparecem em formato de botão, banner ou em vídeo bem visível e destacado na Landing Page.

Claro que é importante receber visitas no website, no entanto, a ausência de conversões tem um impacto negativo no negócio. Portanto, uma excelente estratégia é, sem dúvida, criar páginas específicas para cada objetivo.

Diferença entre website e uma Landing Page

A Landing Page diferencia-se de um website por ter uma duração limitada e pontual. A Landing Page tem como finalidade a oferta de material relevante para o público-alvo, como por exemplo um e-book, um guia prático, um curso gratuito ou uma formação. 

Os elementos básicos que uma Landing Page deve conter são o título da oferta, o formulário e o botão de CTA. Em troca por esta oferta, o visitante tem de deixar os seus dados pessoais com o preenchimento de um formulário. Por norma, os dados requeridos nas Landing Page são o primeiro e último nome e o email, eventualmente também poderá ser pedido o contacto telefónico. 

Em contrapartida, o website é a morada online da sua empresa, que é construído com várias páginas com informações sobre a empresa, os produtos e os contactos. Geralmente o website tem como principal foco alcançar um maior número de tráfego, de modo a posicionar a sua empresa a um público mais vasto, através das práticas de SEO.

Uma ferramenta complementa a outra, por terem objetivos distintos, não sendo capazes de substituir a função uma da outra. Por isso, se quiser obter melhores resultados no mercado do marketing digital, aposte num website e aplique uma Landing Page de acordo com a estratégia do seu negócio.

Que elementos deve conter uma Landing Page? 

Não existem fórmulas mágicas, muito menos uma única forma de como ter mais conversões com uma Landing Page. Contudo, existem diretrizes que podem certamente servir de orientação. Destacamos, 5 elementos essenciais para a construção de uma Landing Page. 

O cabeçalho é o 1º elemento que o visitante irá visualizar ao entrar na Landing Page, e por isso é também o primeiro a ser referido. Este elemento irá determinar se o visitante está interessado na oferta. Para construir um cabeçalho que atraia o visitante, tenha em consideração que no título esteja explicado o que é a oferta e no subtítulo seja explicado qual o benefício.

Em relação ao conteúdo, este deve ter um texto claro, direto e objetivo, que em 1 a 3 linhas explique o que é a oferta e como vai ajudar o visitante com a aquisição. A seguir, utilize tópicos que respondem às principais dúvidas sobre o conteúdo para deixar claro aos visitantes que converte as mais valias da oferta. Tenha em consideração que, a atenção do visitante tem um tempo limitado, por isso é necessário ser breve e conciso em relação ao que quer comunicar. 

O Call-to-Action estimula o visitante a adquirir o produto ou serviço. A melhor estratégia para levar o visitante a clicar é usar verbos de ação e estar bem visível a chamada de atenção.

Adicionar opções de partilha nas redes sociais permite que se compartilhe a Landing Page, sendo uma mais valia para chegar a mais pessoas. Assim, caso o visitante considere o conteúdo relevante e útil, as probabilidades de partilhar ou recomendar a alguém são grandes. Desta forma, as recomendações na página aumentam a credibilidade da oferta e deixam o visitante mais confortável para deixar os seus dados no formulário.

No fim de preencher o questionário surge uma mensagem de agradecimento por ter deixado os seus dados para obter a oferta, que pode direcionar o visitante para uma página de agradecimento

Captar mais leads
Que elementos deve evitar numa Landing Page?

Depois de mencionar os elementos que uma Landing Page deve contar, seguimos agora para os que devem ser evitados. De um modo geral, destacamos alguns aspectos que devem ser reconsiderados na construção da sua Landing Page.

O uso de Pop-Ups não é um elemento favorável numa Landing Page, pois podem desviar a atenção do visitante do principal foco. Onde poderá recorrer aos pop-ups é no fim do preenchimento do formulário direcionar a lead para uma página de agradecimento com informações adicionais relacionadas com a empresa.

O caminho da conversão deve ser claro e direto para que o utilizador foque-se na ação que deve executar. Ao facultar links externos, está a obstruir o trajeto até a landing page, e consequentemente, a influenciar negativamente a conversão.

Outra prática negativa para uma Landing Page é o Clickbait, ou seja ter um título que não condiz com o conteúdo, de modo a induzir o utilizador ao engano. Esta prática pode levar ao público deixar de acreditar e confiar na sua marca e perder conversões com uma ação que queria o inverso.

Como ter mais conversões com uma Landing Page?

A taxa de conversão é a métrica que mede exatamente o sucesso de uma Landing Page. Em termos de taxa de conversão, uma boa meta é em torno de 20%, isso significa que 20% do total de pessoas que visitaram a Landing Page converteram-se em leads ao preencher o formulário. Com o intuito de aumentar o alcance da sua Landing Page de forma orgânica, recomendamos que use a ferramenta de SEO.

E porque a 1ª impressão é a mais impactante no visitante, começamos com a parte visual da Landing Page. Na linguagem de webdesign, entende-se como Above the Fold de uma página, tudo o que é visível sem ser necessário fazer scroll. Focando-se numa estratégia que visa estimular a atenção do utilizador na página em que se encontra, para que o mesmo passe mais tempo possível.

Um elemento que frisa esta ideia é a Headline & Subtítulo. Uma das formas de captar a atenção do utilizador, passa pela criação de uma headline direta, explícita e chamativa Deste modo, o subtítulo pode ser sensivelmente maior, apresentando deste modo, de forma mais evidente, os diferenciais e as mais valias da oferta.

Em termos de identidade visual, usar vídeos e imagens podem ajudar a aumentar a sua conversão, pois podem comunicar de forma rápida e apelativa a informação veiculada na Landing Page. Aqui pode-se jogar com o apelo às emoções, humor ou até a capacidade de síntese para aumentar o poder de alcance.

Como construir um Formulário para as Landing Pages

Do ponto de vista estratégico, o cuidado em construir um formulário curto, que contenha o senso de urgência e provas sociais, influenciará as conversões da sua Landing Page. 

  • Formulário curto, maior taxa de conversão

    Para uma menor taxa de rejeição da Landing Page, as informações requeridas devem ser apenas as necessárias, para que o processo seja  o mais “user friendly” possível.

  • Senso de Urgência

    conhecemos “Clica Aqui”, “Experimente já”, “Garanta já a sua vaga”, que no fundo são Call To Action. Ações que para além de terem como objetivo fazer com o que usuário comporte-se como previsto, provocam no mesmo o sentimento de urgência face à oferta.

  • Prova Social

    Para convencer o visitante a experimentar o seu produto ou serviço, pode dispor de comentários ou testemunhos de clientes satisfeitos. Ao estar a mostrar estas informações de factos reais irá levar com que o público sinta confiança e credibilidade na oferta.

  • Responsivo para dispositivos móveis

    Ter uma Landing Page que não seja compatível com dispositivos móveis, leva com que a taxa de conversão seja menor, pois muitos dos visitantes irão aceder por smartphones. Por isso, tenha em atenção quando construir a Landing Page, está ser responsiva e compatível em todos os formatos.

As Landing Pages são excelentes ferramentas para ajudar sua empresa a aumentar as suas receitas ou aumentar a fidelização do público com a sua marca, num mercado cada vez mais digital e competitivo.

Em suma, esperamos termos-lhe ajudado e esclarecido as suas dúvidas. Se já tem um negócio que se encontra disponível dentro das plataformas digitais, porque não aproveitar esta ferramenta para converter em vendas? No mundo do marketing digital são inúmeras as possibilidades de expandir o seu negócio e alcançar ainda mais clientes. Caso ainda tenha dúvidas para criar uma Landing Page, a Blue Bolt tem profissionais qualificados para o ajudar.